Congada de São Benedito dia 13 de maio!

É com muita honra que a Cia. Caracaxá foi convidada para se apresentar na tradicional festa do dia 13 de maio na vila de São Joaquim. Para saber mais sobre a apresentação, consulte a nossa agenda.

Mais uma vez recebemos o convite pessoalmente do Mestre Dito e estamos muito felizes de poder participar de uma festa tão tradicional e tão importante para a cultura popular do nosso país!!

A  Congada de São Benedito é  um evento tradicional na cidade de Cotia e foi levada por seu Benedito, nascido em São Luís de Paraitinga e neto de escravos. Ele se mudou para Cotia em 1951, aos 14 anos, e até hoje preserva a tradição de seus antepassados.

Mestre Dito de Cotia

Mestre Dito de Cotia

A Congada de São Benedito foi trazida para Cotia, há exatos 60 anos, por Benedito Pereira de Castro, o conhecido mestre Dito de Cotia. Ele é presidente do grupo de Congada e, podemos acrescentar em suas atribuições, segundo ele próprio, a função de festeiro – pois sua casa está sempre cheia e animada – e compositor.

Em toda festa do Divino de São Luiz do Paraitinga/SP já é tradição mestre Dito com seu violão, cantando sambas tradicionais e composições próprias acompanhado em coro pelos membros de sua família e de um público fiel já de turistas e de luizenses.

Aliás, mestre Dito é nascido em São Luís de Paraitinga, neto de escravos e irmão de Alcidão, que foi Rei do Congo na cidade natal de ambos por muitos anos. Mudou-se para Cotia em 1951, aos 14 anos, e até hoje preserva a tradição de seus antepassados que se configura na principal missão que colocou em sua vida: “continuar a Congada, realizar o 13 de maio em Cotia e ir para São Luiz do Paraitinga nas Festas do Divino”.

A comemoração do treze de maio em Cotia é sempre de uma festa imperdível, sobretudo para aqueles que estão próximos da Grande São Paulo, mostrando a resistência do popular nos grandes centros e deve-se muito a Congada de São Benedito.

O evento inicia-se tradicionalmente às 18 horas de sábado e só se finda no começo da noite de domingo, após a procissão, e com a despedida de todas as congadas participantes. E todos os anos várias congadas fazem questão de partilhar da festa do mestre Dito, um ícone para todos.

Segundo a tradição, eles saem da Câmara de Cotia com o busto da Princesa Isabel, louvada pela figura da libertação dos escravos. Ao som de fogos de artifício, tambores, sanfonas, violões e, cantorias comandadas pela Congada de São Benedito de Cotia. Percorrem as principais ruas da cidade rememorando momentos da História de nosso país, como as repressões policiais do Império contra os negros. O terço na residência de mestre Dito é também parada obrigatória. No domingo as congadas continuam se apresentando e a festa termina com uma missa e uma grande procissão com os participantes.

Como na maioria das festas populares, mestre Dito mantém a tradição de solidariedade que remonta historicamente as festas pagãs na Idade Média, durante o 13 de maio em Cotia. Todos são convidados a fazerem doações aos mais necessitados, pois, como num verdadeiro grupo de cultura popular, tudo que se passa na vida desta comunidade é pensada no coletivo. Mestre Dito possui hoje um grupo com dezenas de seguidores que cantam, rezam e dançam com uma felicidade indescritível, com certeza uma das maiores lições deste mestre.

Tirado do Site:
http://mestresnavegantes.com.br

Programação Oficial:
End. Rua São Joaquim nº 115. Vila São Joaquim – Cotia, SP.

Dia 12 de Maio – Sábado
17:00 hs – Chegada das Congadas de Pindamonhangaba, de Taubaté e de Mogi das Cruzes, dando início às festividades.
18:00 hs – Será transportado pelo Corpo de Bombeiros juntamente com os grupos Folclóricos visitantes o busto da princesa Isabel que se encontra na Câmara Municipal de Cotia, fazendo cortejo até o local da festa.
20:00 hs – Terço na casa do Festeiro Benedito Pereira de Castro, por intenção das almas dos escravos.
21:00 hs – Apresentação do Grupo de Capoeira Meninos da Maré.
22:00 hs – Show com apresentação de Grupos Regionais.
23:00 hs – Baile Show (Forró).

Dia 13 de Maio – Domingo

06:00hs – Hasteamento das Bandeiras: Brasileira, paulista e do município de Cotia. – Alvorada com grupos folclóricos.
08:00hs – Café da Manhã
09:00hs – Chegada da Congada de São Luiz do Paraitinga, Moçambique de Lorena, Taubaté, Biritiba Mirim e Maracatu Cia Caracaxá de São Paulo.
10:00hs – Missa em intenção das Almas dos escravos no salão comunitário da Vila São Joaquim.
15:00hs – Encontro das Bandeiras, a seguir representação da Lei Áurea, assinada pela Princesa Isabel.
16:30hs – Procissão dos Santos Patronos acompanhados pelas Congadas, logo após apresentação das mesmas.
20:00hs – Apresentação do Grupo Aurum -Percussão do Centro Cultural Família ILE AXÉ.
22:00hs – Sensacional Show de encerramento.

Aguardamos a presença de todos vocês, vamos celebrar juntos!

Aniversários dos Maracatus!

As Nações Estrela Brilhante de Igarassu e Leão Coroado comemoram seus aniversários dia 8 de dezembro !

igarassuUm pouquinho da História de Igarassu:

As origens do Maracatu Estrela Brilhante de Igarassú, o maracatu mais antigo do Brasil em atividade, remontam a Ilha de Itamaracá, onde foi registrado, pelo inglês Henry Koster, no inicio do Século XIX, uma Coroação do Rei do Congo com a presença do vigário da paróquia.

Os escritos do inglês confirmam os relatos de Maria Sérgia de Santana, a Rainha Mariu, matriarca do Maracatu, nascida em 1898 e falecida em outubro de 2003, aos quase 105 anos de idade.

Confira mais no site da própria Nação:

http://www.estrelabrilhantedeigarassu.com.br/

a

a

a

leao

Um pouquinho da História do Leão Coroado:

A data de fundação do Maracatu Nação Leão Coroado é plena de simbologia. Dia 8 de dezembro, data comemorativa dos festejos de Nossa Senhora da Conceição, para os católicos; data de Iemanjá, para o culto nagô; data também das celebrações de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, sendo todo esse leque de comemorações o legado do nosso sincretismo religioso. É uma data, enfim, de grande orgulho para todos os integrantes do Leão Coroado.

Mais difícil de precisar é o ano da fundação do Maracatu. O mais aceito, sendo o que figura no estandarte da Nação, é 1863, mas durante um certo tempo, cogitou-se a possibilidade do ano real da fundação do Maracatu ter sido em 1852. Qualquer que tenha sido a data, o Leão Coroado é hoje o Maracatu mais antigo em contínua atividade desde sua fundação.

Hoje, a custo de muito esforço, o Leão Coroado mantém-se sob a liderança aberta, participativa, porém disciplinada de Afonso Aguiar, o homem que entrou para a seita e para o Maracatu por escolha dos orixás. Coroado seja o Maracatu de tanta vitalidade e história, ícone valioso da cultura popular brasileira.

Leia mais em: http://www.leaocoroado.org.br/

PARABÉNS AS DUAS NAÇÕES!

Muito obrigada, pela força e resistência que mantém a cultura viva até hoje!

Aqui em São Paulo também tem comemoração: O Maracatu Ilê Aláfia completa 10 anos hoje!

O grupo foi criado em 1999, como parte do projeto de extensão cultural do CDC Leide das Neves, da ACM São Paulo. Formado por crianças, adolescentes, terceira idade e famílias, o Maracatu resgata e valoriza a cultura afro-brasileira por meio de manifestações populares.
Sem distinção de raça e cor, o grupo de Maracatu Ilê Aláfia surgiu na ACM São Paulo em 1999 com o intuito de resgatar as raízes afro-brasileiras. O projeto faz parte do Programa Núcleo Sócio Educativo Leide das Neves, conhecido como Casa Aberta, que, por meio de manifestações da cultura popular brasileira, proporciona à população inclusão social, conhecimento e informação.

Ilê Aláfia significa Casa da Felicidade. Que assim seja por longa data ! Parabéns Ilê !

Se quiser saber mais:

É importante lembrar que o Ilê (ou Ilé, como falam alguns integrantes do grupo) também faz parte do Projeto Maracatu.org.br, portanto, para saber mais vá em ilealafia.maracatu.org.br !

Veja também o outro site do Ilê Aláfia, que o Lelo, nosso parceirão, vem tocando já a algum tempo…  http://www.maracatuilealafia.com.br/ Continuar lendo

O Maracatu Leão Coroado se apresentou no Timor Leste!

O Maracatu se espalha pelo mundo

O mais antigo maracatu de Pernambuco vai levar para o outro lado do planeta a dança e o batuque que emocionam os pernambucanos há quase um século e meio. É o maracatu Leão Coroado, do mestre Afonso, do rei Lúcio, do porta-estandarte Ednaldo e da rainha Gilene.

Maracatu Leão Coroado representa Brasil no Timor Leste

Díli, capital do Timor Leste – único país de língua portuguesa na Ásia – recebe a partir do sábado (31) o Mês Cultural do Brasil em Díli. O evento é promovido pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil e busca divulgar a cultura nacional por meio de apresentações e oficinas ligadas à gastronomia, capoeira, teatro, artesanato, música e literatura. O Ponto de Cultura Maracatu Leão Coroado, de Pernambuco, é um dos grupos presentes na iniciativa.

Ao todo, 90 artistas e grupos culturais do Brasil estarão presentes no festival. ALém do Leão Coroado, outros destaques do evento são Orquestra Experimental de Câmara (PE), o Ilê Aiyê (BA), e o Cordão do Boitatá (RJ); os DJs Daniel Cohen (SP), Eduardo Lima (PE) e Chico Correa (PB); os atores e grupos teatrais Luiz Carlos Vasconcelos (PB), Teatro que Roda (GO) e Pia Fraus (SP); a “chef” de cozinha Patrícia Bon (DF); o fotógrafo João Paulo Barbosa (DF); artesãos do Ceará; capoeiristas brasileiros residentes na Indonésia e na Austrália; e os escritores Ziraldo, Luiz Ruffato e Marçal Aquino.

Leão Coroado

Matérias Disponíveis em:

http://pe360graus.globo.com/diversao/diversao/musica/2009/10/31/NWS,501338,2,225,DIVERSAO,884-MARACATU-LEAO-COROADO-VIAJA-AFRICA-CONVITE-ITAMARATY.aspx

http://www.leaocoroado.org.br/

http://www.agencialusa.com.br/index.php?iden=28147